Administração

Administração

A Administração é o ato de gerenciar pessoas e/ou recursos afim de um objetivo em comum. É uma técnica utilizada a milhares de anos principalmente para estocar alimentos e gerar proteção, mas só foi intitulada como ciência humana no início do Século XX.

Hoje sua didática é usada para formular Estratégias Domiciliares até Grandes Instituições.

Na Administração, de uma forma geral, você verá que apesar de todos detalhes descritos aqui ainda tem muito a ser aprendido sobre seus derivados.

Neste artigo você vai entender:

  1. O Conceito de Administração;
  2. Como Surgiu Administração E Sua História;
  3. As Mudanças Nas Teorias Da Administração;
  4. A Administração Moderna;
  5. Como É A Profissão De Administrador;
  6. O Ciclo Da Administração PODC;
  7. Estratégias De Administração (Bônus) Para Aplicar Em Seu Negócio Ainda Hoje.

1. O Conceito de Administração

A Administração é uma área muito ampla e não se limita apenas as Empresas.

Tudo que tem um objetivo, meta ou propósito e utiliza pessoas, recursos ou estudos para alcançá-los pode ser considerado uma administração.

Administração de Empresas é um derivado. Falaremos mais sobre isso durante o artigo.

Nas Empresas, seus recursos e pessoas, são lideradas para alcançar, na maioria das vezes lucro, mas exitem instituições que não tem isso como objetivo principal. É o exemplo de Organizações Públicas e ONGs (Organização Não Governamental).

Sua ciência é geralmente dividida em 4 (quatro) áreas: Finanças, RH (Recursos Humanos), Produção e Marketing (Vendas).

Temos um artigo que explica tudo Sobre Marketing.

2. Como Surgiu Administração E Sua História

Como se pode imaginar, a milhares de anos nossos ancestrais não teriam conseguido sobreviver e se unido em sociedade se não tivessem planejado como seria direcionado seus alimentos e segurança do grupo.

Sabemos então que a necessidade de administrar veio muito antes de ser ensinado em escolas.

Porém, a Administração só virou assunto científico no início do Século XX com a necessidade de alocar os recursos com sabedoria em função da Revolução Industrial e quebras econômicas.

Antes da primeira Revolução Industrial a imagem de um mundo capitalizado ainda era utópico. O pai da economia Adam Smith foi um dos primeiros a imaginar o livre comércio e o mínimo de participação do governo sobre a economia.

Administração Científica:

Em 1911 Frederick Taylor, que era engenheiro, publicou o livro Princípios de Administração Científica que sugeria que a administração deveria ser utilizada como ciência e afirmava que nos tornamos homo economicus.

Fordismo:

Nasceu em 1914 uma das maiores revoluções de administração com Henry Ford (Fundador da Ford) que colocou em prática a Produção em Massa. Isto fez com que os carros fossem produzidos a 98 (noventa e oito) minutos com um custo muito baixo.

Ali um consumidor de classe média conseguiria ter um carro por U$ 825 (oitocentos e vinte e cinto). Além de mais que dobrar o salário de seus funcionários.

Teoria Clássica da Administração:

Logo em 1916 Henri Fayol, outro engenheiro, publicou uma teoria para dividir qualquer empresa em 6 (seis) áreas: Técnicas, Comerciais, Financeiras, Seguranças, Contábeis e Administrativas.

Também, colocou as funções no clássico POCCC (Planejar, Organizar, Comandar, Coordenar, Controlar).

3. As Mudanças Nas Teorias Da Administração

Com o avanço das décadas o estudos sobre Administração de Empresas foi ganhando novos conhecimentos.

Teoria das Relações Humanas:

Surgiu durante a quebra da bolsa de Nova York 1929. Uma nova imagem da Administração que colocava as experiências humanas como referência de produtividade.

Ficou muito famosa com a Experiência de Hawthorne idealizada por Elton Mayo. Os estudos foram feitos com pessoas e estruturas dos ambientes para testar a convivência dentro da organização.

Teoria da Burocracia (1940):

Ganhou força depois de seu autor, Max Weber, já ter falecido. Esta teoria coloca em prática uma estrutura que acelera os processos de forma racional, formal e impessoal.

Hoje a palavra Burocracia é usada de forma errada para expressar justamente o contrário, geralmente por falhas humanas ou de equipamentos que acabam atrasando o processo.

Teoria Comportamental (ou Behaviorita):

Surge em 1947 e abandona as três últimas descritas aqui (Clássica, Relações Humanas e Burocrática) para afirmar que o homem passa a ter benefícios além do financeiro.

Há um sistema psíquico que aprende e muda suas atitudes de acordo com seus objetivos pessoais e coletivos. Foi fundamentada por Hebert Simon em seu livro O Comportamento Administrativo.

Teoria Neoclássica:

Em 1950 completa os grande pensamentos do século passado sobre Administração Empresarial. Aqui Peter Drucker uni as teorias em um resumo estruturado.

Foi nesta época, também, que se ouviu falar com mais frequência nas palavras Marketing, Eficiência, Eficácia e Liderança. O que antes era POCCC agora se torna PODC (Planejar, Organizar, Dirigir e Controlar).

Daqui para frente todos os estudos sobre Administração será intitulado Modernismo.

4. A Administração Moderna

A Administração, apesar do tempo, tem sempre o mesmo conceito. O grande avanço é a tecnologia que deixou os processos mais transparentes, baratos e lucrativos.

Temos os exemplos de avanços de produção como houve na Toyota, depois Apple, Intel e Microsoft até chegarmos ao Google, Amazon e Facebook.

Toyotismo:

Objetivo de aumentar a produtividade e a eficiência, evitando o desperdício sem criar estoque. As técnicas administrativas era acabar com o tempo de espera, superprodução, gargalos de transporte, inventário desnecessário.

Ficou famoso com o Just-In-Time (fazer na hora).

Vale do Silício:

O avanço da tecnologia abriu oportunidades para um novo tipo de comércio. O mercado de Hardwares e Softwares.

Por volta dos anos 70 empresas como Apple, Intel e Microsoft cresceram de forma muito rápida. Tão rápida que no início houve muitos movimentos das autoridades para regularizar as atividades, chegaram até ser acusados de pirataria.

O que deu nome ao filme Piratas do Vale do Silício.

A grande vantagem desse tipo de negócio é o baixo custo de produção. Principalmente de Softwares que podem ser copiados a custo praticamente zero.

Aqui as empresas já usavam os ensinamentos da Teoria Neoclássica com muita ênfase em eficiência, qualidade e inovação.

Administração de Marketing:

Nos anos 90 surgiram Google e Amazon. Duas das maiores empresas do planeta.

Chegou o mercado online. Ali se iniciava o comércio como conhecemos hoje pela internet.

Em 2004 chegou o Facebook, que foi aberto para o mundo apenas em 2008, mas já revolucionava o modo como as pessoas se relacionavam.

A grande ênfase em administração aqui é o marketing se estendendo por vários fragmentos como uma base impossível de se evitar atualmente se você tem ou quer ter uma empresa.

5. Como É A Profissão De Administrador

A administração é um campo amplo com muitas oportunidades seja qual for a área. Sua ênfase está em administrar estrategicamente com olhos analíticos voltados ao médio e longo prazo para alcançar objetivo em comum de seus Stakeholders.

Os Stakeholders são todas as pessoas envolvidas com sua empresa. Seja você, seus colaboradores, fornecedores, sócios, investidores e todos outros.

Há administradores nas áreas de Marketing, Recursos Humanos, Finanças e Produção em campos diversos como hospitalar, tecnológico, agroindustrial, político, escolar, rural, acadêmico, ou seja, a oportunidade é muito vasta.

Cada área desta tem sua calda longa, ou seja, muitas oportunidades dentro de cada uma como ser o administrador, diretor, gerente, líder processo e muitos outros.

A administração é hoje no Brasil um dos cursos em que mais se forma estudantes por ano, isso tem causado uma certa desvalorização. Principalmente quando se aceita administrar por um salário baixo.

Mas não é de todo mal. Pessoas com conhecimentos administrativos vão saber o valor do trabalho e tendem a querer mais qualidade a preço justo.

O que pode tornar a política uma aliada no longo prazo.

6. O Ciclo Da Administração PODC

A teoria Neoclássica nos deixou um ótimo resumo de tudo que sabemos sobre o mundo da administração até o modernismo e até hoje é uma ótima forma de administrar

Vamos detalhar o Ciclo Virtuoso PODC:

Planejar:

O primeiro passo é o planejamento que geralmente parte de uma ideia ou aprimoramento.

Aqui o administrador escolhe seus objetivos, metas define seus recursos, tempo, seus colaboradores, cargos e funções.

Organizar:

O segundo passo é organizar tudo que está no planejamento. Colocar em ordem o que cada pessoa vai fazer na empresa.

Na maioria das vezes é realizado um Fluxograma:

Liderar:

Com tudo organizado é hora de partir para ação. Motivar seus colaboradores é o fundamento aqui.

Encontrar a melhor forma de fazer todos trabalharem por um objetivo em comum.

Controlar:

Neste passo as coisas já estão fluindo. O que deve ser feito são as análises.

Criar relatórios, encontrar erros ver tudo que pode e não pode ser realizado e enfim fazer um novo planejamento.

É um Ciclo Virtuoso.

7. Estratégias De Administração (Bônus) Para Aplicar Em Seu Negócio Ainda Hoje.

Como de costume aqui na Adsvantage, vamos deixar uma estratégia muito forte usada para administrar com perfeição.

Esta é a Análise SWOT (Strengths, Weaknesses, Opportunities, Threats). Tradução é Análise FOFA (Forças, Oportunidades, Fraquezas, Ameaças).

É uma Estratégia que analisa o Ambiente Interno (sua empresa como um todo) e Ambiente Externo (tudo que não faz parte da sua empresa) além de observar os pontos mais Fortes e Fracos deles.

Com esta estratégia você vai conseguir entender tudo que ajuda e atrapalha na conquista dos objetivos da sua empresa.

Assim você pode tomar decisões de quais riscos pode correr e quais problemas deve resolver.

Tomar uma decisão sem esta estratégia pode sair pela culatra.

Agora pegue um papel e caneta e escreva tudo sobre sua empresa, concorrentes, política, clima, estrutura, tecnologia, ferramenta, público alvo, colaboradores, quanto mais detalhado mais vai abrir sua mente.

Vamos deixar um modelo:

Forças e Oportunidades:

Tirar o máximo dos pontos fortes e aproveitar as oportunidades detectadas.

Forças e Ameaças:

Tirar o máximo dos pontos fortes para minimizar os efeitos das ameaças detectadas.

Fraquezas e Oportunidades:

Desenvolver estratégias que minimizem os efeitos negativos dos pontos fracos e que em simultâneo aproveitem as oportunidades detectadas.

Fraquezas e Ameaças:

As estratégias a adotar devem minimizar ou ultrapassar os pontos fracos e, tanto quanto possível, fazer face às ameaças.

Você também pode classificar o nível de importância para saber qual realizar primeiro.

Recomendamos, também, que faça uma Consultoria com a Adsvantage para saber em detalhes tudo que possa estar evitando que sua empresa cresça ou o que você pode fazer, ainda hoje, para melhorar o desempenho de seu negócio.

Espero que este artigo tenha aberto oportunidades. Boa Sorte.

Compartilhe o post rapidamente por aqui:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on skype
Share on email
Share on print

Comente o que achou da postagem:

Você também pode gostar de:

Marketing

⭐⭐⭐⭐⭐ Marketing envolve muito mais do que você pensa. Neste post vai descobrir tudo sobre MKT e porquê é tão importante. Saiba mais.

LER TAMBÉM

Publicidade

⭐⭐⭐⭐⭐ Publicidade envolve muito mais do que você pensa. Neste post vai descobrir tudo sobre a PUB e porquê é tão importante. Saiba mais.

LER TAMBÉM

Anote seu contato: